Imprimir

A água era um dos "cinco anéis" que estão na base das estratégias e táticas de luta de Musashi. Ele a escolheu porque é a mais flexível de todas as coisas na natureza, se adaptando instantaneamente e sem esforço a qualquer formato que encontrar. Além disso, a água se move na direção de menor resistência, sem qualquer esforço, e eventualmente supera até as barreiras mais poderosas. Musahi também observou que, quando os esforços são bloqueados e o progresso não pode ser alcançado devido a algum adversário, é necessário imitar a água que estava represada e, repentinamente , romper as barreriras com força e velocidade incríveis.

Para Musashi, a mente do samurai deveria ser "como a água", o símbolo da flexibilidade, capaz de mudar instantaneamente para se adaptar e tirar vantagem de qualquer circunstância. A flexibilidade estava, de fato, no centro de praticamente tudo o que Musashi fazia e ensinava. Ele foi muito além naquela época ao aconselhar seus discípulos a "serem" flexíveis nas lutas; ele disse que era necessário "absorver" a flexibilidade à mente assim como ao corpo, de maneira que ser flexível passasse a ser algo natural, que fluísse sem a necessidade do pensamento. Somente dessa maneira, pode-se evitar ser pego de surpresa ou desprevenido por qualquer um ou coisa.

Ele completou que o formato da mente de alguém que dominou a flexibilidade é de serenidade ou tranquilidade, e que uma das chaves principais do mestre espadachim é uma mente tranquila.

Faça como Musashi, faça a diferença, faça como a água!

Lembre-se, na primeira semana de novembro tem mais Musashi.

Grande Abraço,

Fábio Sampa.

Clique aqui e veja o post anterior sobre Musashi e a disciplina.